Você é fã de filme de ação? Conheça 10 que são obrigatórios!


Gêneros e mais gêneros sempre afogaram o cinema e seus fãs em clichês, estereótipos, diversão e muitas emoções. E quando a gente fala em emoção, nada melhor do que uma boa perseguição que te deixa na ponta da poltrona ou um vilão que te faz torcer por um herói quase sempre falho e apaixonante. Sim estou falando dos filmes de ação.

O problema é colocar os filmes dentro de uma prateleira, quase sempre isso se torna um frustrante exercício de erros e presunções que fazem com que um monte de filmes sejam injustiçados pelo juízo de quem cria esse tipo de lista. Portanto, a primeira coisa que a gente deve fazer é entender o que é um filme de ação.

Filmes de Ação?

O primeiro passo é excluir a aventura. Quando falamos de aventuras falamos de uma combinação de personagens heroicos (e suas jornadas), viagens a terras exóticas e cenas de ação que, quase sempre, são momentos de vida ou morte para seus envolvidos. As aventuras não permitem erros e tropeços.

Tirado isso da discussão, o filme de ação é quase sempre uma história onde um herói hesitante ou contrariado precisa enfrentar um vilão muito maior que ele, quase sempre com uma horda de capangas que irão dificultar sua vida. Tudo isso com muita perseguição, tiros, lutas, violência, mais perseguição e a necessidade de sempre te tirar o fôlego.
Há quem diga que um filme de ação sempre tem uma vingança ou justiça movendo o protagonista, assim como uma montagem onde o nosso herói se prepara para a ação ou aprende o necessário para enfrentar o vilão.

Tudo pode estar certo… tudo pode estar errado, portanto, o melhor é embarcar nessa minha lista de 10 filmes que foram essenciais para eu me tornar um grande fã dos filmes do gênero.

Mas aqui um adendo, para facilitar a lista e manter ela mais perto do que é comum aos filmes de ação, vou deixar de fora tudo que é fantasioso, mágico, cheio de monstros ou planetas distantes. Também decidi proibir os faroestes de entrarem nessa listam, afinal eles merecem um top 10 só dele. Portanto é hora manter os pés (e rodas) no chão e os pentes de bala sempre cheios.

10 Filmes de Ação Essenciais


007 Contra Goldfinger | “Goldfinger” | 1964 | dir. Guy Hamilton
Seria impossível falar de filmes de ação sem falar em James Bond. E por mais que ele fique bem no campo da aventura, é preciso levar em conta a importância de suas cenas de ação, capangas e todo clima. Grande parte dos filmes da série poderiam estar aqui, mas a presença do Oddjob, um dos capangas mais famosos do cinema, faz com que ele seja um dos melhores representantes da franquia.



Operação França | “The French Connection” | 1971 | dir. William Friedkin
Também é impossível falar de filmes de ação sem uma boa perseguição à carro. Tudo bem que, nesse caso, Friedkin vai além e cria esse tenso momento onde o protagonista “Popeye” Doyle corre atrás de um trem pelas ruas apertadas de Manhattan. E se o papo é “um pega” entre automóveis, ainda fica a dica de outro clássico, Bullit.



Operação Dragão | “Enter the Dragon” | 1973 | dir. Robert Clouse
Do mesmo jeito que não tem como falar de filmes de ação sem uma boa briga. O filme estrelado por Bruce Lee tem tanto ótimas lutas, quanto personagens inesquecíveis, uma trama de espionagem bacana e um monte de momentos que ficaram para a história.



Assalto à 13° DP | “Assault on Precinct 13” | 1976 | dir. John Carpenter
Em 1959, Dean Martin e John Whayne fizeram de uma delegacia seu Álamo enquanto uma horda de bandidos fazia tudo para invadir o local onde um famoso pistoleiro estava preso. Quase duas décadas depois John Carpenter remodelou a ideia e, bem no meio do cinema exploitation, colocou um bandido marrento e alguns policiais para enfrentarem juntos um monte de bandidos do lado de fora do 13° DP do título. Portanto, se você viu esses tiros por ai enquanto o bandido e o mocinho precisam se juntar para não morrerem juntos, é daí que tiraram essa ideia.



Comando Para Matar | “Commando” | 1985 | dir. Mark L. Lester
Já para representar os nossos queridos brucutus, Schwarzenegger é um soldado que quer viver em paz com sua filha enquanto anda por aí com um tronco no ombro como se passeasse na floresta com seu “pet”. Mas vem o vilão e sequestra a jovem. O resultado disso é um Schwarzenegger bravo que invade uma loja de armas e coloca tanta arma presa ao seu corpo que chega a ser indecente. Quem não lembra daquela bazuca de quatro tiros?



Duro de Matar | “Die Hard” | 1988 | John McTiernan
Falando em criadores de clichês, só uma vez na história do cinema um grupo de ladrões invadiu o Nakatomi Plaza e deu de cara com John McClane, policial durão que estava acompanhando a esposa na festa de Natal da empresa. Duro de Matar é um dos filmes de ação mais importantes do cinema e ainda criou um subgênero só dele: dos heróis que estão no local errado e na hora errada, mas acabam impedindo algum vilão de colocar em ação algum plano maligno, como em Força em Alerta, O Ataque, Refém do Jogo, Morte Súbita etc.



Caçadores de Aventura | “Point Break” | 1991 | dir. Kathryn Bigelow
Quem também criou um clichê foi Kathryn Bigelow e seu herói infiltrado que se apega ao bandido e encontra uma encruzilhada moral. No filme de 1991, Keanu Reeves se envolve com essa gangue de surfistas ladrões de banco e o que não faltam são cenas de ação incríveis e uma perseguição a pé que entrou para os anais da “Sétima Arte”.



O Fugitivo | “The Fugitive” | 1993 | dir. Andrew Davis
E quando o assunto é gente correndo, impossível esquecer o Dr. Kimble em sua fuga frenética depois de ser acusado de ter assassinado a esposa. Grandes cenas de ação que colocaram todos na ponta das poltronas enquanto um misterioso homem sem braço parece sempre estar um passo à sua frente.



O Profissional | “Léon: The Professional” | 1994 | dir. Luc Besson
Um filme sensível sobre um assassino profissional que treina uma garotinha para seguir na mesma profissão. E se isso pode parecer absurdo à primeira vista, na verdade se transforma em um filme de ação visualmente incrível e com personagens inesquecíveis.



Supremacia Bourne | “Bourne Supremacy” | 2004 | dir. Paul Greengrass
Se Identidade Bourne foi um dos filmes de ação mais celebrados de sua geração, a entrada de Paul Greengrass na direção elevou a franquia a um patamar visual tão elevado que fez com que o resto dos filmes de ação tivessem que se adaptar aos novos tempos de câmeras mexidas e coladas nos protagonistas que terminavam o filme com muitos roxos e machucados.

FILMES EXTRAS


Tubarão | “Jaws” | 1975 | dir. Steve Spielberg
Tudo bem, talvez Tubarão não seja um exemplo de filme de ação tão comum, pendendo um pouco mais para o suspense, mas é impossível não achar que existe uma baita dinâmica de filme de ação entre o xerife vivido por Roy Scheider e o próprio Tubarão. De um lado um vilão que coloca em jogo a capacidade do protagonista de manter sua profissão, de outro, um herói enfrentando um antagonista que continua fazendo suas vítimas. Tudo isso culminando em uma perseguição de tirar o fôlego.



Mad Max: Estrada da Fúria | “Mad Max: Fury Road” | 2015 | dir. George Miller
Se lá no começo do texto eu falei sobre tirar os “mundos fantásticos”, isso não me permitiu colocar o novo Mad Max na lista, mas é impossível não enxergar sua importância para o cinema do século 21. Quando todo mundo achava que não tinha mais nada de novo no gênero, George Miller fez um filme tão grande e empolgante que mudou completamente o cinema e se tornou um divisor de águas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.