Rock Dog: No Faro do Sucesso | Tem uma lição de vida, mas em nenhum momento procura algo diferente

Rock Dog Filme

Rock Dog: No Faro do Successo é uma adaptação da graphic novel chinesa ¿Tibetan Rock Dog¿, de Zheng Jun. Diante da inocuidade e falta de personalidade do longa, é bem provável que algo tenha sido perdido na tradução. Rock Dog é inofensivo demais para ser considerado um desastre, mas também está longe de causar qualquer efeito positivo.

O personagem-título é Bodi (voz no original de Luke Wilson), um mastiff que habita uma pequena cidade nas montanhas do Himalaia. Seu pai, Khampa (J.K. Simmons), é o cão pastor responsável por manter as ovelhas que formam a maior parte da população seguras da alcateia de lobos que frequentemente tenta atacá-las. Bodi desastrosamente começa a treinar para tomar o lugar do pai, mas, quando um rádio cai de um avião na sua frente,  ele descobre o rock e decide que seu grande sonho é ser músico. O problema é que a música foi banida da cidade, por ser considerada uma distração. Assim, Bodi resolve enfrentar o pai, que acaba cedendo um pouco e dando a ele uma passagem de ônibus até a capital.

O filme é uma coprodução entre China e Estados Unidos que chega aos cinemas sem o respaldo de um estúdio tradicional da animação, mas esse não é seu grande problema. Afinal, animações centradas em personagens cativantes e dotadas de um roteiro original são perfeitamente capazes de nos fazer ignorar, até certo ponto, suas deficiências técnicas. A animação computadorizada de Rock Dog é bem feita, mas falta imaginação para criar os personagens e ambientes; a única cena que arrisca um pouco é a simpática ocasião em que Bodi escuta uma música de rock pela primeira vez ¿ a experiência é retratada como algo sensorial e extasiante. A ambientação chinesa da graphic novel é mantida e a sequência de abertura tem um estilo que remete a Kung Fu Panda, mas a partir daí o longa ignora totalmente essas origens e despe-se de qualquer referência à estética chinesa, o que o torna ainda mais genérico.

Os personagens, por sua vez, são igualmente vazios. O protagonista parece deslizar pela trama, sem que possamos realmente sentir suas ambições, medos ou mesmo a suposta força de sua conexão com a música. Mas o mesmo pode ser dito de seus companheiros de tela, que exibem um ou outro traço de personalidade não de acordo com caracterização alguma, mas apenas para atender às exigências do roteiro. Assim, entre sua educação musical com Angus (Eddie Izzard), um gato que é uma estrela do rock, e as tentativas de salvar sua cidadezinha definitivamente dos lobos, Bodi nos guia por um universo pouco inspirado e que jamais parece se dedicar a oferecer algo diferente.

Rock Dog Crítica

Rock Dog é, por outro lado, assumidamente voltado para o público infantil. A trilha sonora traz nomes como Beck e Foo Fighters (em doses mínimas), mas o roteiro evita referências pop. Isso, é claro, está longe de ser um problema. Entretanto, apesar de simples e desenhado com traços simpáticos, o longa também não se esforça muito para encantar as crianças. É tudo muito banal e raso, fazendo com que o longa pareça se arrastar mesmo ficando abaixo dos 90 minutos. Afinal, a animação não se dedica nem mesmo a seu lado musical ¿ as canções são esparsas, e o único número original é tão descartável quanto o restante.

Assim, Rock Dog: No Faro do Sucesso é um daqueles filmes que são esquecidos imediatamente após o fim da sessão. Seus defeitos não são particularmente terríveis, mas sua falta de boas qualidades e principalmente de características únicas o torna exaustivo. A mensagem de que devemos seguir nossos sonhos e recorrer ao diálogo para solucionar conflitos de gerações é importante para as crianças, é claro, mas já foi abordada inúmeras vezes.

Dessa forma, já que Rock Dog sequer busca explorar seu lado musical, a animação descarta aquilo que poderia fazê-la brilhar.


¿Rock Dog¿ (EUA/China, 2016), escrito por Ash Brannon a partir da graphic novel ¿Tibetan Rock Dog¿, de Zheng Jun, dirigido por Ash Brannon, com as vozes no original de Luke Wilson, Eddie Izzard, J.K. Simmons, Lewis Black, Kenan Thompson, Mae Whitman, Matt Dillon, Jorge Garcia, Sam Elliott e Will Finn.


Trailer – Rock Rog: No Faro do Sucesso

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.