Novo Amor, Sublime Amor ganha sua protagonista


A adaptação do clássico do cinema e dos palcos da Broadway, Amor, Sublime Amor (“West Side Story” para os íntimos) acaba de ganhar sua protagonista. De acordo com o The Wrap, o papel de Maria ficou com a novata de 18 anos, Rachel Zegler, o que deixou o diretor Steven Spielberg muito feliz.

O diretor de Tubarão já tinha confirmado a presença de Ansel Egort como Tony, e até de Rita Moreno, estrela do filme original, no papel de Valentina, espécie de chefe de Tony e, consequentemente, dos “Jets”, que no original era interpretado por Ned Glass.

Mas a felicidade de Spielberg vem com seu desejo de ter um elenco latino. De acordo com um comentário oficial do diretor, ele já tinha afirmado que que lá no começo da produção, um ano atrás, já tinha anunciado que queria que Maria, Bernardo, Chino e todos os “Sharks” fossem interpretados por atores e atrizes latinos.

“Estou muito fez que conseguimos juntar um elenco que reflete a profundidade surpreendente da comunidade hispânica dessa América multifacetada”, celebrou Spielberg. Quem fará companhia para Zegler é então o ganhador do Tony na Broadway, David Alvarez, como seu irmão Bernardo, a indicada ao Tony, Ariana DeBose, como Anita e Josh Andres Rivera no papel de Chino.

O resto do elenco, incluindo grande parte dos “Jets” ainda deve ser anunciado em breve. Spielberg deve começar a filmar sua versão de Amor, Sublime Amor ainda em 2019, mais provavelmente ao final do primeiro semestre.

O roteiro está sendo escrito por Tony Kushner, que, além de ser um ganhador do Pulitzer por sua peça Angels in America (que mais tarde foi adaptada para a TV em uma série dirigida por Mike Nichols e escrita pelo próprio Kushner). O escritor ainda assinou os roteiros de outros dois filmes dirigidos por Spielberg, Munique e Lincoln.

Quer receber as melhores notícias do cinema?

Inscreva-se na newsletter do CinemAqui e receba um resumo semanal do que está acontecendo no mundo dos filmes.