James Gunn deve dirigir e escrever sequência de Esquadrão Suicida


A notícia é nova, mas o boato é antigo. Desde que a Marvel mandou James Gunn embora após desenterrarem alguns “tuítes” de muito mal gosto, ele vem conversando com a Warner/DC sobre se envolver na continuação de Esquadrão Suicida. Ao que tudo indica, de acordo com o The Hollywood Reporter, o namoro está bem perto de virar um casamento.

Essa novidade veio junto com o anúncio de que o novo Esquadrão Suicida estaria marcado para estrear em agosto de 2021. “Novo”, já que a Warner está tratando o projeto como um pequeno reboot e ele se chamaria “The Suicide Squade”, com o “The” fazendo toda a diferença (ou não).

Gunn voltaria então para a cadeira de diretor e comandaria esse novo filme, com uma nova história, novo elenco e até novos personagens. Levando tudo isso para um novo caminho dentro da franquia. Algumas fonte do THR ainda afirmam que a Warner estaria disposta a deixar o filme “na vibe” do diretor (leia aqui, “faça com o Esquadrão Suicida o que você fez com os Guardiões da Galáxia!”).

O ex-diretor de Guardiões da Galáxia é, na verdade, o quinto nome a estar no comando do novo Esquadrão Suicida. O primeiro deles foi, justamente, o diretor original, David Ayer, que queria algo mais “censura 18 anos” e foi logo deixado de lado. Nos meses seguintes, Mel Gibson apareceu no topo dos possíveis diretores para a sequência, pouco ante de Jaume Collet-Serra (de Águas Rasas e O Passageiro) ser “meio anunciado”. Por fim, mais recentemente, Gavin O´Connor (O Contador) foi oficialmente apresentado como diretor e roteirista.

Tudo leva a crer até que o trabalho de O´Connor exista realmente e algum tipo de argumento ou roteiro parcialmente pronto seja uma realidade. Portanto, resta ainda saber se ele será aproveitado para alguma coisa.

A presença de Gunn ainda pode representar uma mudança de mentalidade da Warner/DC, deixando um pouco para trás o tal DCU e apostando em cada filme, um por vez. Gunn estaria fazendo um renovado Esquadrão Suicida enquanto Matt Reeves comandaria um “The Batman” independente de qualquer referência ao trabalho de Zack Snyder. Do mesmo jeito que Todd Phillips está cuidando de seu Coringa e Mulher-Maravilha e Shazan não parecem muito presos a nada fora de suas histórias.

A Warner ainda colocará Harley Quinn em um Aves de Rapina com todas chances de ignorar o passado da personagem, ou talvez apenas resvalando nele, assim como Aquaman acabou de fazer.

Pelo jeito a Warner/DC está conseguindo colocar tudo nos trilhos novamente, resta agora esperar para que todo esse esforço resulte em bons personagens em boas histórias, que é muito mais que suficiente para deixar todo mundo feliz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.