Frost/Nixon

Frost/Nixon Filme

Talvez o pior defeito de Ron Howard seja a supervalorização com que seus filmes são tratados. Frost/Nixon consegue fugir um pouco disso e acaba se tornando um de seus melhores filmes, mas ainda assim sem conseguir compensar seus próprios defeitos.

Howard faz um filme simples, até certo ponto um pouco mais linear do que seu roteiro parece pedir, mas que parece decidido a apenas contar sua história, sem ofender a inteligência do espectador com muito a não ser aquela velha trama do perdedor que precisa se preparar para a batalha da sua vida contra um adversário muito melhor que ele. Não, não é Rocky, mas sim a história sobre a entrevista que o então, recém, ex-presidente Richard Nixon deu para um certo apresentador britânico Nick Frost.

Frost/Nixon peca ao não conseguir equilibrar essa simplicidade narrativa com sua estetica, confusa e que fica refém de um visual padronizado que se espreme entre uma camera mexida, brincando de documentário e uma, meio, indireta que parece se recusar a encarar seus personagens. Ambas se mostrando narrativamente pouco inspiradas e até meio perdidas, se tornando muita coisa para um filme que não precisaria de nada a não ser de sua sinceridade para funcionar. Ainda mais diante da fortíssima atuação de Franck Langella como o ex-presidente, mostrando ainda mais o quanto tudo poderia ter sido (simplesmente) jogado mais em suas costas.

No fim das contas se torna até meio chato e arrastado, principalmente por aquela mesma linearidade que não constrói o filme ao redor da entrevista nem em sua preparação, obrigando o espectador a conviver, a partir do meio do filme, com as duas sem que nenhuma seja verdadeiramente interessante, já que, obviamente, só servem de aperitivo para uma única grande batalha, que ficará reservada para o último round, mas até lá com tempo suficiente para você se desprender da trama e simplesmente torcer para ela acabar o quanto antes.


idem (EUA/GB/Fra, 2008) direção: Ron Howard com: Frank Langella, Michael Sheen, Sam Rokwell, Kevin Bacon e Oliver Platt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.