Como Treinar seu Dragão 2

Como Treinar seu Dragão 2

Como Treinar Seu Dragão 2 teria de tudo para ser uma continuação preguiçosa. Todos já tinham se apaixonado pelos olhões do dragão Banguela e sua amizade com o jovem viking Soluço. Repetir a fórmula seria suficiente para mais um sucesso, mais Como Treinar seu Dragão 2 Posterbonequinhos vendidos e lucro suficiente para um terceiro filme. Felizmente não é isso que acontece, e quem sai ganhando serão seus espectadores.

Escrito e dirigido mais uma vez por Dean DeBois (que antes disso tinha dirigido o divertido Lilo & Stitch), a continuação da história de Banguela e Soluço não só “continua” o primeiro, como evolui. Vai mais longe, tenta ser maior e consegue.

Já se passaram então cinco anos, a aldeia viking nunca esteve em tanta harmonia quanto agora. Guerreiros e dragões vivem felizes enquanto a dupla de protagonistas voa pelo mundo descobrindo novos territórios e um mundo enorme à sua volta. Mas isso acaba sendo interrompido pela descoberta de um antigo vilão e seu exército de dragões, assim como um pedaço do passado de Soluço que volta para ajudá-lo nessa batalha.

É lógico que esse “passeio” pelo passado (cada um com seu devido flashback) pode parecer um daqueles clichês a primeira vista, e são, mas colocados de modo tão ajustado e sincero que é impossível não se empolgar. Uma aventura limpa, empolgante, cheia de sequencias de tirar o fôlego, novos personagens interessantes e antigos personagens muito bem trabalhados.

Cada um dos “amigos” de Soluço tem a chance de aproveitar seu momento, suas pequenas piadas e seus momentos de ação, sem em nenhum momento atrapalhar ou tentar aparecer mais que ninguém. Coadjuvantes perfeitos que compõe o arco dramático do personagem e o deixam ainda mais interessante. O resultado é um ritmo perfeito que permite que duas linhas de história se formem e se fechem em uma enorme batalha que termina com o segundo ato de modo emocionante.

Uma luta entre algumas centenas (talvez milhares) de dragões, um exercito de vilões e ainda dois enormes e monstruosos Alfas (espécie de dragões gigantescos), tudo ao mesmo tempo. Tudo valorizado por uma mão precisa de DeBois, uma direção de arte empolgante e um 3D que deixa cada pedacinho dessa guerra ser aproveitado. Um esforço narrativo que culmina ainda com uma decisão corajosa e pertinente, colocando banguela no centro do filme de modo natural e preparando o filme para um final ainda mais épico.

Como Treinar seu Dragão 2

Um rumo que só se permite ser levado pelo ótimo trabalho com o dragão, que aparenta ter menos espaço na primeira metade do filme (afinal a crise existencial é de seu cavaleiro!), mas não perde a oportunidade de aparecer em sequer um momento. Provando que com seu jeito “cachorrinho filhote” de ser ele ainda conquistará todos da plateia.

E toda essa diversão, visual impressionante, ação na medida e diálogos afiados estão ai para tentar destrinchar a tal crise existência de Soluço. O conflito de ter que carregar o peso da responsabilidade do legado do pai ao mesmo tempo que se sente na obrigação de descobrir novos mundos e plantar a paz ao invés de enfrentar o inimigo. E mesmo quando isso não se mostra possível, entender que a união, o amor e a amizade é que são o combustível para vencer qualquer batalha.

Uma solução que soa brega, mas pelo menos se permite ser diferente daquela encontrada no primeiro. Evoluindo uma ideia. Evoluindo um filme e deixando a certeza de que se vender mais bonequinhos e garantir um terceiro Como Treinar Seu Dragão nas bilheterias, vai ser graças a novos personagens e novas situações e não apenas graças aos louros de seu filme anterior. Lição que muitos por ai poderiam aprender.


“How to Train Your Dragon 2” (EUA, 2014) escrito e dirigido por Dean Debois, com vozes (no original) de Jay Baruchel, Cate Blanchett, Gerard Butler, America Ferrara, Jonah Hill, Kristen Wiig, Christopher Mintz-Plasse e Djimon Housou


Trailer do filme Como Treinar seu Dragão 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.