666 Filmes de Terror


Ainda que seja bonitinho e patriótico brigar pelo “Dia do Saci”, semana que vem é dia mesmo das Bruxas. Halloween. E pare de lutar contra isso na cultura pop, já que por obvias questões regionalistas o feriado americano não “pegará” no Brasil, já que ninguém sairá fantasiado pela rua “pedindo doce ou travessura”.

Porém no cinema, como é de se esperar, Halloween é sinônimo de terror, então o melhor mesmo é aproveitar a data para se divertir com o gênero que ainda mais lucra em Hollywood. E o CinemAqui tem um surpresa para você que começa semana que vem e durará mais alguns Halloweens: o 666 Filmes de Terror.

Sim, a ideia a partir do Halloween é lançar um texto sobre o gênero, mais especificamente sobre um filme, a cada semana (ATUALIZADO… isso não aconteceu!). Talvez uma dica, ou um clássico, ou um daqueles filmes que você não sabia que existia, um remake (já que o que não faltam são remakes)… enfim, um tremendo de um exercício com o único intuito de celebrar o gênero.

Obviamente a lista dos 666 filmes não está pronta ainda, assim como muita coisa deve ir entrando enquanto vão estreando, então é só aguardar. Mas também não precisa ficar ai sentado olhando, pode enviar sua sugestão de filmes de terror que você acha que deveriam entrar na lista por email, Facebook ou twitter (e até carta se quiser, é só pedir que nós passamos o endereço).

Enfim, mas como preciso de mais conteúdo nesse post aqui é bom lembrar o que é terror.

O Que É Terror

De acordo com alguns livros, o terror (ou horror) é simplesmente aquilo que provoca “um medo doloroso e intenso, pavor ou desânimo”. Mas em se tratando de cinema essa acaba sendo uma definição que só arranha a real superfície, e por baixo dela o que não faltam são monstros, assassinos, criaturas demoníacas e mais um monte de coisa que não cabem na mente humana.

Indo mais longe, o terror é ainda talvez o único gênero que não se permite ficar atrelado a seus próprios limites. O terror, além de viver “sob sua obrigações”, ainda subjuga todos outros gêneros em qual toca. Ficções científicas, romances, suspenses, comédias, é só eles “conversarem” com o terror que, automaticamente eles mudam de prateleira na locadoras (ou naquela lista no Netflix) e vão lá ficar ao ladinho de Sexta-feira 13 e A Profecia.

Por isso é uma besteira enorme tentar separar por subcategorias um gênero que, por si só, quer mesmo é repensar tudo ao seu redor. E talvez esse seja o principal objetivo do terror: extrapolar o mundano.

O terror então está ai para acabar com status quo. Uma vilarejo, uma cidade, um casal, um grupo de jovens, uma pessoa sozinha, uma sociedade clemente a Deus, não importa, todos estão lá vivendo suas vidinhas até que um assassino, monstro, capiroto, Belzebu, cara vestido de mãe, cara deformado com saudades da mãe, família canibal, anticristo ou até somente a mente deles, vá lá a acabe com toda calmaria. De preferência acabe com a paz com requintes de crueldade, gore, vísceras, sangue ou (pelo menos) um monte de sustos.

E talvez ai esteja a principal arma do terror, mais que qualquer facão, luva com lâminas ou motosserra: a imaginação. Fazer com que o espectador se coloque no lugar daquelas vítimas e imagine o “problema” que teria caso tivesse que passar por aquela situação.

Por isso, a cada um dos 666 Filmes de Terror, a ideia também será encontrar os limites desse gênero e até onde ele consegue ir para deixar seus espectadores pregados na poltrona.

E se daqui a mais ou menos uma década ainda estivermos conversando sobre esses 666 filmes minha missão de celebrar o gênero terá dado mais que certa. Mas seja no tempo que durar, o que importa é que será uma viagem inesquecível, daquelas cheias de sangue e corpos, por isso prepare-se.

#001 -O Último Capítulo
#002 – Halloween: A Noite do Terror
#003 – Amizade Desfeita
#004 – Raw
#005 – À Sombra do Medo
#006 – O Bar
#007 – Apóstolo
#008 – Alien – O Oitavo Passageiro
#009 – The Perfection
#010 – Sexta-feira 13
#011 – Mandy: Sede de Vingança
#012 – Eli
#013 – A Noite Devorou o Mundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.