Éinteressante olhar para Piratas do Caribe – Navegando em Águas Misteriosas, quarto filme da série (e tentativa da Disney de continuar lucrando com a marca, haja o que houver), e perceber que, muito provavelmente o que mais faça falta nele seja, justamente, o que mais parecia sobrar para ser aparado nos três últimos.

Ainda que, diante do sucesso do primeiro, forçosamente tenha se criado uma linha narrativa rocambolesca que resultou em duas sequencias muito menos interessantes, havia em tudo aquilo uma sensação de unidade, onde os acertos do primeiro ainda refletiam bons momentos, principalmente pelo sentimento de ainda estar diante da mesma história. Que em momento algum apostava no pirata Jack Sparrow como figura unicamente central.

Por mais que durante três filmes o público tenha aprendido a amar o pirata criado por Johnny Depp, isso se dava, justamente, por sua personalidade dúbia, seu humor cínico, seu andar atrapalhado, seu senso de sobrevivência que passava por cima de qualquer coisa e, principalmente, por não serem obrigados a ter nele um exemplo de herói clássico. Orlando Bloon, mesmo tendo ficado em segundo plano, era esse lado heroico clássico, com a dama em perigo, o passado bucaneiro e crescimento (junto com a personagem Keira Knightley) que se deu em três filmes.

Por incrível que pareça, Piratas do Caribe – Navegando em Águas Misteriosas afunda por dar a Jack Sparrow o papel principal.

Nele, depois de um epílogo burocrático e sem graça, onde dois pescadores acham um velho com um mapa no meio do mar e isso desencadeia uma corrida em busca da misteriosa Fonte da Juventude entre a Espanha e a Inglaterra, com a última tendo no comando de sua embarcação o capitão Barbossa (Geoffrey Hush), o pirata Jack Sparrow, após negar ajuda aos ingleses, acaba então dando de cara com Angélica (Penélope Cruz), uma paixão de seu passado.

Entre fugas cheias de peripécias, e muitos duelos de espadas (que infelizmente não apresentam absolutamente nada de novo), Sparrow termina por ir parar na tripulação do temível Barba Negra (Ian McShane), que, coincidentemente, é pai de Angélica e também está à procura da Fonte da Juventude.

Com isso, o roteiro de Tedd Elliot e Terry Rossio (levemente baseados pelo livro homônimo de 1987, escrito por Tim Powers) pegam um atalho preguiçoso e, praticamente, reestruturam-no à imagem do primeiro, com dois navios indo em busca de um tesouro, Jack sendo “refém” de um deles (ao mesmo tempo em que, de jeito atrapalhado, parece ter toda situação sob seu controle) e, no fim das contas, enganando a todos e saindo por cima de todo mundo.

A diferença aqui é justamente aquela já citada. Sem com quem se identificar, o espectador é obrigado a torcer ou por um pirata sem perna e vingativo, que, por definição ficou durante três filmes sendo uma espécie de vilão (Barbossa) ou Jack, manipulador, socialmente incapaz, e que, ao primeiro sinal de perigo trai até a personagem que ele “desconfia ter sentimentos”. Não que nada disso fuja da personalidade criada pelos três filmes anteriores, bem pelo contrário, mas em ausência de humanidade, na falta de alguém para torcer que não seja algum ardiloso (e cheio de estilo) pirata.

Pior ainda, na tentativa de criar uma suposta “história de amor” saca um religioso e uma sereia para tentarem ocupar esse espaço, resultando em algo totalmente forçado e quase sem sentido, já que momentos antes de um certo “amor à primeira vista” toda e qualquer sereia é retratada como uma espécie de monstro marítimo que não pestaneja antes de seduzir sua vítima e trucidá-la. Ainda que esse relacionamento tenha que existir, pois em certo momento é ele que possibilita que uma das barreiras da trama seja transposta (e sem ela a presença das sereias poderia até ser descartada), a função do personagem (ele) até esse momento é tão nula que é difícil até achá-lo na multidão. O que faz ser mais difícil ainda comprar a ideia por inteiro.

E tudo isso talvez seja o resultado, não da escolha errada, mas da presença do mesmo Rob Marshall de Nine e não aquele de Chicago. Se desde o começo a escolha do diretor para dar rumo a série depois da saída de Gore Verbinski (que foi fazer o extraordinário Rango), havia uma esperança de que o filme até ganhasse em questões visuais e ritmo, infelizmente, Marshall comete o mesmo erro de seu último filme (Nine), uma espécie de burocratização tanto de suas imagens quanto do material narrativo em geral.

Não há um momento sequer (mesmo com o 3D) que o espectador vá olhar para aquela tela e sofrer algum impacto visual (coisa que sobrou nos três últimos, mesmo nos momentos mais fracos). Talvez tenha faltado a Marshall até a coragem de desconstruir o material e o gênero (como ele fez em Chicago) ao invés de tentar de se manter em um ritmo que não
Cenas do Filme Piratas do Caribe Navegando em Aguas Misteriosasera o dele. Suas sequencias de ação são, em suma maioria, um pouco inocentes e infantilmente divertidas, ficando em segundo plano quando comparadas às dos filmes subsequentes, o que, no final das contas, cria até um filme divertido e agitado (pontual demais é verdade), mas que não empolga. Que não permite que seus espectadores saiam do cinema empolgados por uma próxima continuação (o que dessa vez deve demorar um pouco para acontecer, mesmo com a sequencia depois dos créditos já dando uma deixa).

Piratas do Caribe – Navegando em Águas Misteriosas, pelo menos, conta com uma direção de arte suntuosa de John Myhre (que já levou dois Oscars, justamente, por trabalhos com Marshall), que não economiza com todos esses novos piratas, zumbis e navios, mas não parece ainda ser totalmente aproveitada tanto pelo roteiro quanto pelo diretor que optam pelas palavra do próprio Capitão Jack Sparrow quando diz que “o que vale não é a jornada, é o destino”, acabando então por permitir que, a grande maioria do filme possa até ser cansativa e arrastada, contanto que o final seja um ponto à ser lembrado, mesmo que o mais divertido da série sempre tenha sido navegar por “essas águas misteriosas” e não chegar em terra firme.

confira o trailer de Piratas do Caribe -Navegando em Águas Misteriosas


Pirates of the Caribean: On Stranger Tides (EUA, 2011), escrito Ted Elliott e Terry Rossio, dirigido por Rob Marshall, com Johnny Depp, Penélope Cruz, Geoffrey Rush e Ian McShane


Outros artigos interessantes:

21 Respostas

  1. Camila

    Bem, eu sou suspeita pra falar porque sou apaixonada por POTC. Embora seja, eu tbm vejo alguns pontos que falharam e deixaram a desejar no filme. Acho que tinha cenas demais em terra firme e de menos no mar, foi feito pra economizar, mas tirou um pouco aquela coisa de batalhas épicas em alto mar, conforme vimos nos anteriores. Também senti falta dos personagens secundários, como Pintel, Ragetti, Martin, Sr Cotton, e até do papagaio. Acho que a sereia e o padre ficou uma história meio estranha, parecia que não pertencia ao filme, mas a idéia é boa pra quando quiserem fazer um filme sobre sereias e os homens. Também acho a Penélope Cruz meio sem sal, mas seria interessante se num próximo filme tivesse ela e volta de Keira e Orlando, imaginem Angélica e Elizabeth se estranhando e alfinetando, seria legal, talvez. Embora o filme não tenha sido eletrizante, dá pra dizer que foi bom, os atores foram ótimos e Johnny Depp perfeito como em todo filme que faz. Recomendo e espero ansiosa por uma continuação.

    Responder
  2. vanessa

    johnny depp vc é otimo e escrevi em cima do meu texto o que vc é especial pra mim sou sua fã bjs .é tchau!

    Responder
  3. vanessa

    eu gosto muito de piratas do caribe desdo do primeiro gosto muito do jack sperrow ele é engraçado é muito trapalhado porque no filme maldicão do pérola negra o pai de elizabeth dis que ele é o pior pirata que tem gosto muito mesmo desse filme agora que lençou navegando em águas misteriosas eu adorei esse com angélica gosto muito do personagen da pénelope cruz e johnny depp claro mais pra da uma animação tinha que ter elizabeth e will nesse filme eu gosto muito da keira knightley ela é muito linda e will também é lindo demais johnny depp vc é o melhor ator qui acho vc é lindo vc é simpatico vc é inteligente vc é maravilhoso vc é o melhor vc merece i love you depp!!!!!!….

    Responder
  4. Andressa

    Tenho algo para elogiar: eles colocaram uma donzela que não esivesse em perigo!

    Responder
  5. Andressa

    Eu sempre gostei de Piraas do Caribe, desde o primeiro filme. Sinceramente esse último filme não me empolgou tanto, faltou história, e teve muita comédia. tem piadas melhores, mas falta o que ja foi dito: uma historia realmene empolante!

    Responder
  6. Fany!

    Gostaria de exclarecer uma coisas, Jack Sparrow disse, pelo contrário, que ” o que vale não é o destino, mas sim a jornada”.

    Responder
    • Vinicius Carlos Vieira

      podemos fingir que ele falou o contrário para o bem do meu texto, não podemos Fany!

      Responder
  7. Fany!

    O final é um tanto quanto desumano, sim. Mas, lembre-se de que, no contexto do filme, Angelica enganou homens dizendo ser Sparrow, e, sendo assim, poderia muito facilmente sair daquela ilha. Assisti à todos os filmes, concordo que não é o melhor, mas, a história é regular e as cenas são boas. Prefiro, sem dúvidas, o 2º filme e depois o 1º.

    Responder
  8. ligiaevelinmachado

    é o seguinte sou muito fã de pdc desde o 1 adoro todos os filmes em cada um deles eu me divirto de uma forma diferente, uns falam mal do 2 pq é complicado de entender , que é uma preparaçao pelo que ira de vir e que so servir para enrolar os fãs da saga , na critica do 3 o filme foi londo demais enrolou muito ,TA só que agora vendo a critica do 4 tao falando que é muito curto, que é tudo muito corrido que falta explorar que falta isso e aquilo , ah por favor nem sabem oque vcs querem , piratas do caribe é perfeito , eu adoro esse filme é o meu preferido , é logico que respeito a todas as opnioes , mas tambem n sou uma fã cega e fanatica que n encherga os pontos negativos do filme mais mesmo assim ainda gosto , por exemplo eu ameiii o 4 , fui sem muito entusiasmo como os outros devido saber que orlando e keira nao estatriam na serie , eu gostava muito deles eles ajudavam a levar a historoa e acho q sou uma das poucas que sentiu falta , ao chegar la e ao começar o filme percebi que estava tudo muito bom , quando é dado a noticia q o perola afunda e todos aqueles personagens legais e carismaticos que estavam sempre de costume morreram??? ah/ como assim? veio aquela pontada de tristeza e saudade porque eu esperava mesmo sentir a ausencia de will e elizabeth nao dos demais , bom mais aiii vieram personagens novos como o scrum , que eu gostei mais nao tao legal como os outros , aiiii veio oque eu esperava sempre a penelope apesar de eu amr a sr swan convesso que a presença da vingativa angelica tampou um pouco sua ausencia sim , jack e angelica formaram um casal perfeito ,trapaceiros , eu gostei demias , hummmm , alguns reclamam dos zumbis que deveriam ser melhores esplorados , eu tambem reclamei pois a tripulaçao de davy ou mesmo os amaldicoados do perola foram bem tratados nos filmes mais os zumbis mesmo srviram como um simples petisco eu acho q ainda vi somente 2 sumbizados , falei certo???? barba negra , eu ate que gostei dele mas nao é o melhor vilao eu oq acho , davy jones ainda é o meu favorito pricipalmente no 2 pq ele ta mais malvado do que no 3 , particulamente no 3 ele fica sendo santagiado entao so no final mesmo ele voltou a ser vilaozao , bem as sereias foram espetaculares a melhor parte do filme minha opniao um show de efeito especias apesar de nao chegar nem perto dos 3 , jack pra mim n esta sem graça ou cansativo pra mim ele ainda é o mesmo capitao jack spawom engraçado carismatico so que agora um pouco mais bonzinho e pilantra do que nos outros filmes acho mesmo porque nagelica mudou um pouco ele sera mesmo???enfim o 4 é otimo sim nao é o meu preferido , mais conseguiu me animar pra querer muito ver o 5 ainda mais que existem boatos aiii que orlando quer voltar na serie pra mim seria fantastico se junta se alguns personagens de uma triologia com a nova que esta provavelmente se fazendo , eu ia amar demais , amo johnny depp amo pdc e amo o capitao jack spawon , o 5 vai arrazar
    ORDENS DE PREFERENCIA
    1 PIRATAS DO CARIBE ( NO FIM DO MUNDO)
    2 PIRATAS DO CARIBE ( O BAU DA MORTE)
    3 PIRATAS DO CARIBE ( NAVEGANDO EM AGUAS MISTERIOSAS)
    4 PIRATAS DO CARIBE ( A MALDIÇAO DO PEROLA NEGRA)

    Responder
  9. ellen

    Realmente caiu muito a qualidade do filme. Muito coisa faltou. A exclusão total do Will e da Isabela foi inaceitável. E a Penelope Cruz é muito sem sal, qualquer atriz ficaria melhor no papel dela.

    Responder
  10. isaáh

    Eu amo todos os filmes, mais o meu preferido é o 2
    os atores estão d parabéns principalmente Johnny Depp
    que deixou o filme melhor ainda!!!

    Responder
  11. fabíola 100% são paulina

    o filme é bom mas faltou de dezeja mas é muito bom os autores quiz fazer um filme de aventuras varios desafios e os personagens foi muito bom fez tudo direitinho todos estão de parabens eu falei q dezejava mais pq eu não gostei muito do final mas é um filme muito bom beijosss

    Responder
  12. ises

    eu achei tipo uollll as lutas de jack com seus inimigos foram beeem arrastadas lentas sem akela emoção td e o final da sereia n gostei pq n entendi pq ela levou o kra lá pro fundo do mar geente ela mtou ele?e tmb tem outra coisinha jack é bom e bonito prefiro ele assim do Q como jhonny depp quanto as tiradas tem uma parte ki o pai de jack diz”to com kra de ki já provei da fonte da juventude ” jack responde ” deve ter sido a luz” rsrsrs foi uma das poucas tiradas comparado ao baú da morte ki mal acabava de rir tinha outra cena …e adoooooooro o capitão barbossa principalmente as picuinhas dele com jack ainda mais qnd ele chinga os marujos “já ao trablaho seus macacos de convés” …e claro gente ki vai ter uma continuação tem o pérola prá libertar da garrafa tem uma cena ki angélica fala se ele n ker dominar os ventos e ele se mostra interessado mas insiste em largá la e tmb a aaaaa tem ki ter sereias eu só assisti esse filme porcausa das sereias sou fanática por elas…bjs Tem vez penso ki esse filme é tão bom e tão contagiante e cheio de mistérios ki ver não é o suficiente o filme me leva a outra realidade na verdade um sonho em ki eu keria estar participando.

    Responder
    • Ol

      Quando eles estão no barco para pegar uma cereia sereia o cara fala que o beijo dela faz o homem respirar de baixo da água

      Responder
  13. Danilo

    1 – O filme não tem UMA batalha marítima sequer (um filme de PIRATAS);
    2 – Como o autor disse, Jack Sparrow nunca foi personagem central (deixando o posto para Will e Elisabeth), o que deixava o personagem mais interessante, por ser uma espécie de “coringa”, difícil de distinguir em que lado estava;
    3 – Realmente forçada a historinha do padre e a sereia;
    4 – Pior coisa que podem fazer numa sequência é “matar” personagens carismáticos (Sr. Cotton, Marty, Pintel, Ragetti…);
    5 – Outro navio amaldiçoado com tripulação monstruosa??? Tão repetido o entediante que a tripulação passou despercebida;
    6 – E a esquizofrenia adquirida pelo Jack no baú do Davy Jones?? Poderia ser muito bem explorada, fazendo uma referência criativa com os outros filmes, mas….
    7 O vilão é mau. Só isso. Aposto que ninguém sente quando ele morre, como sentiu vendo Barbossa ou Davy Jones morrendo. Até os vilões podem ser carismáticos.
    8 – A cena do Gibbs com o porco, nem vou comentar…

    Responder
  14. Brendo

    Concorrdo com o Higor,a gente na verdade sentiu falta dos varios atores ke eles deixaram para tras,pra mim o 3 e omelhor filme de todos,4 decepeciona ao relação aos os outros,faltou explorara mais do Jack Spaow seus planos ke so le intende,a sereia e o religioso fikou paia mesmo,Barba negra naum fikou legal assim,Bob Marshal esculachou ao fazer em 3d,espero ke 5 e o 6 sejam igual 2 e 3 uma continuação axo melhor assim

    Responder
  15. higor

    gostei do filme em si.
    a ordem dos filmes nao seguiu uma linha temporal coerente.
    para quem possui memoria fraca, guarda varios personagens e o papel de cada um na saga se
    torna dificil uma vez que eles sao introduzidos “do nada” na trama.

    Responder
  16. fabiola SPFC

    nao gosto muito piratas do caribe pq nao vi todos os filmes mas ate q nao é ruim é um filme de aventuras e interessante mas garanto se lançar o 5 vou assistir e comentar com fiz no piratas do caribe e transformes ahh iohara gostei do seu comentario legal beijossss!!!!

    Responder
  17. iohara

    aqui estou eu de novo, bom eu gostei do filme, amo os e atores, e dessa vez o filme procurou mostrar que o famoso pirata tem sim um coração talvez não seja o maior, mas pelo menos tem!
    dos filmes o que eu menos gostei foi o 2, mas o 4 ta ótimo, to esperando ansiosa o 5! me deixo muito infeliz os seus comentários sobre o filme, as pessoas aguardam sim um quinto filme, você poderia ao menos tenta se deixar levar por essa grande aventura, são otimos atores, digno de uma boa critica, eles dão a alma do filme! me responda por favor!

    Responder
    • Vinicius Carlos Vieira

      Iohara, adorei o primeiro, gostei do segundo, um pouco menos do terceiro e me decepcionei com esse… me deixo sim levar pelo filme e sem dúvida eu torço com todas minhas forças para que o quinto seja o melhor de todos, já que eu vou ver e quanto melhor ele for, mais legal para mim…. e volte sempre e comente sempre, essa interação é uma das coisas que eu mais espero com esse site…. bons filmes

      Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.