Melhor Amigo da Noiva

Melhor Amigo da Noiva Filme

Melhor Amigo da Noiva não engana ninguém em seu começo, é óbvio em todo seu recheio e não deixa nenhuma surpresa para o final. Um verdadeiro tédio para qualquer um que já viu pelo menos uma comédia romântica na vida. É aquela a velha história do cara que não consegue descobrir o amor da sua vida bem na frente de seu nariz, até a hora que percebe que pode ser tarde demais e assim precisa correr atrás do prejuízo. Sem esquecer dos amigos deles, tentando ajudar, do confronto com o novo namorado da amada e do mesmo se mostrando muito diferente do que aparenta. Simples assim.

O apaixonado da vez é o ex-adolescente-bobalhão-atual-galã Patrick Dampsey e a amada e melhor amiga é vivida por Michelle Monahan, ele, galinha, tem que virar “made of honor” (algo como madrinha principal) dela quando ela que aparece com um noivo surpresa, ao mesmo tempo que se vira conquistar o coração da amiga, o resto, todo mundo já sabe.

E é mais óbvio ainda que o Melhor Amigo da Noiva ainda assim vai agradar a maioria do público, que tem medo de sair daquele status quo cinematogáfico das comédias românticas. Mas mesmo assim fica difícil não se irritar com uma ausência de piadas boas recheando a trama, usando mal os personagens coadjuvantes (que quase sempre roubam a cena nos filmes desse tipo), e, pior ainda, mostrando todas as poucas boas piadas no trailer, acabando ainda mais com qualquer surpresa.

Tudo isso ainda ganha a inabilidade do roteiro em esconder o amor dupla, já que em nenhum momento do filme, mesmo em seu começo, os dois “fingem” se nada a não ser o casal perfeito, ficando impossível que aquilo não fosse acontecer, tanto para o espectador quanto para todos personagens e até para eles mesmo. Como se esquecendo da regra básica desse tipo de filme, onde, por um momento sequer, o roteiro não escancara todo amor dos personagens.

Melhor Amigo da Noiva Filme

Para finalizar todo desastre, uma musiquinha sem-vergonha ainda precede com seus acordes todas sensação que a sequência a seguir vai precisar, como se a direção não fosse capaz de mostrar aquilo em imagens e palavras. Quase como um manual. Como uma risada de sitcom.

Melhor Amigo da Noiva é uma grande sensação de Dévà-vu, vergonhoso e reciclado de várias outras tramas. Só vale por ser a última aparição de Sidney Pollack no cinema, falecido a pouco, mas que poderia ter ido embora sem essa mancha no currículo.


Made of Honor (EUA/RU, 2007) escrito por Adam Sztykiel, Débora Kaplan e Harry Elfont, dirigido por Paulo Weiland, com Patrick Dempsey, Michelle Monahan, Kevin McKidd e Sidney Pollack


Outros artigos interessantes:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *