A maior garantia da adaptação da série Agente 86 para os cinemas, sem sombra de dúvidas, é de uma quantidade realmente grande de gargalhadas. É lógico que isso seria o mínimo que se poderia esperar, mas mesmo assim, em tempos de adaptações de seriados capengas e sem clima (vide quase qualquer tentativa anterior), é sempre bom informar que o atrapalhado agente acerta, e não só por um pouquinho.

No mesmo clima da série, a palavra de ordem é o cinismo, ninguém está ali para ser engraçado, um tom de seriedade dá uma credibilidade impressionante para esse anti-007. E com certeza a maior arma do diretor Peter Segal (de acertos como Corra que a Policia Vem ai 33 e 1/3 e lixos como Professor Aloprado 2) está na ótima presença do engraçadíssimo Steve Carrel na pele do agente Maxwell Smart.

O astro tem a seu favor suaa imagem que por sí só já arranca gargalhadas, mesmo parado, com a boca fechada é capaz de arrancar risos. Usando isso a favor, como ele vem fazendo muito bem em seus filmes, fica mais fácil ainda rolar de dar risadas de quase qualquer aparição do personagem na tela. Melhorando ainda mais quando conta com um ótimo elenco de apóio, com a graciosa Anne Hathaway no papel da agente 99 e Allan Arkin como seu chefe, isso sem esquecer o ex-The Rock, hoje só Dwayne Johnson, mais uma vez mostrando carisma e um ótimo timming para comédias.

É bom lembrar ainda que a maior parte dos momentos mais engraçados são referencias fortes a série, um mérito que é preciso dar a duple de roteiristas Tom J. Astle e Matt Ember, que conseguem capturar muito bem, tanto seu tom cínico, quanto o que fez sucesso nela a décadas atrás e ainda faz hoje em suas reprises. Um verdadeiro presente para os fãs, do agente 13, agora vivido por Bill Murray, “disfarçado”, aos já clássicos sapato-fone e o cone-do-silencio, a grande maioria da graça é resgata da série e ainda dá muito certo.

Agente 86 Filme

Talvez o único ponto fraco do filme seja uma obrigação que o diretor Segal tenha em criar um clima engraçado entre os funcionários da CONTROLE quando Smart não está presente, coisa que provavelmente foi usada como ponto de partida para o filme direto para DVD que explora os dois nerds criadores das bugigangas de Smart. A impressão que se tem na maioria do tempo é de momentos desconexos que desenvolvem personagens, além de situações, que não tem importância para a trama.

Agente 86 ainda tem uma ação digna de qualquer filme do outro agente, o britânico, coisa que não deixa o clima do filme cair em nenhum momento, mas sem nunca esquecer que está em um filme de comédia, e o melhor, sem medo de arriscar um humor até na situações mais inusitadas. Definitivamente um acerta em cheio.


Get Smart (EUA, 2008) escrito por Tom J. Astle e Matt Ember, dirigido por Peter Segal, com Steve Carrel, Anne Hathaway, Dwayne Johnson, Allan Arkin, Terence Stamp, Tery Crews, Ken Davitan, Masi Oka e Nate Torrence


Outros artigos interessantes:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.